Colunistas
Sabor de mãe (by Felipe Gabrich) - Quinta, 18 Setembro 2014 08:57
Governo paralelo (by Felipe Gabrich) - Domingo, 14 Setembro 2014 18:36
Cinebiografia: Ava Gardner - Sábado, 13 Setembro 2014 19:31
Símbolo de vida (by Felipe Gabrich) - Quinta, 11 Setembro 2014 18:55
Cobrança de apoio (Hélio Machado) - Quarta, 10 Setembro 2014 11:20
Quarta, 05 Junho 2013 13:51

Cemig emite primeiras contas com bandeiras tarifárias

Escrito por 
Avalie este item
(0 votos)

Medida indicará se a energia custará mais ou menos, em função das condições de geração de eletricidade

 As faturas de luz emitidas a partir desta quinta-feira pela Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig) deverão informar aos consumidores o custo de geração da energia que está sendo usada. As bandeiras tarifárias (verde, amarela e vermelha) indicarão se a energia custará mais ou menos, em função das condições de geração de eletricidade.

A aplicação das bandeiras tarifárias deverá ser efetivada pelas distribuidoras do país a partir de janeiro de 2014, mas a partir de junho começa o período de teste do sistema. Assim, os consumidores serão informados qual seria a bandeira daquele mês, se o sistema estivesse em vigência.

As bandeiras tarifárias funcionarão como um semáforo de trânsito: a bandeira verde significa custos baixos para gerar a energia. A bandeira amarela indicará um sinal de atenção, pois os custos de geração estão aumentando. Já a bandeira vermelha mostra que a oferta de energia para atender a demanda dos consumidores ocorre com maiores custos de geração, como por exemplo, com o acionamento de termelétricas para gerar energia, que é uma fonte mais cara do que as usinas hidrelétricas.

Com a sistemática das bandeiras tarifárias, haverá uma sinalização mensal do custo de geração de energia elétrica, dando a oportunidade ao consumidor de adaptar seu consumo.

O que muda


Antes da aplicação das bandeiras tarifárias, o consumidor já pagava os acréscimos na conta, principalmente devido à utilização das térmicas. O que muda, efetivamente, é a forma como esse acréscimo será destacado na fatura. Antigamente, o consumidor não tinha nenhuma informação sobre essa cobrança e, dessa forma, a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) pretende dar uma sinalização aos clientes de todas as concessionárias sobre as condições de geração do setor elétrico brasileiro.

“Estamos chamando o consumidor para ser mais responsável pelo seu consumo. Com essa sinalização na conta, a Aneel quer dar um alerta a toda população, em tempo real, que o custo pode ou não ser diferenciado. Com isso, a agência espera um uso mais racional da energia durante aquele mês, para não onerar a fatura”, afirma o gerente de Planejamento do Relacionamento Comercial com Clientes de Distribuição da Cemig, Sergio Mourthé. (Com Agência Brasil)

Ler 206 vezes Última modificação em Quarta, 05 Junho 2013 14:05

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

Visitantes OnLine

Temos 98 visitantes e Nenhum membro online

Colunistas

aldeci - andre aguia arthur -
bia carlos denis delano
carlos augusto fabio Felipe Gabrich
fernando yanmar gal bernardo hamilton
helio mara octacilius
ralf raphael reis robson bp
rosilene ricardo arruda silvana

Giro GNews

Notícias dos Colunistas

face TWITTEROK

Últimas Notícias